Saúde.come: Uma vida saudável depois dos 60 anos

Maior propensão para doenças crónicas, sedentarismo, maus hábitos alimentares, baixo consumo de água, maior consumo de tabaco e álcool, menor literacia – este é o retrato da população idosa que será apresentado na Nova Medical School, em Lisboa, quinta-feira, 25 de maio, às 17h30. ‘Viver com Saúde depois dos 60 anos’, um manual prático com um programa de 12 semanas que promove estilos de vida saudáveis e “pode ajudar a combater este cenário” foi editado pela equipa saúde.come, liderada por Helena Canhão, e será apresentado na mesma sessão pelo Reitor da Universidade Nova de Lisboa, António Rendas.

Da responsabilidade da Unidade EpiDoC – Epidemiologia em Doenças Crónicas, do CEDOC – Centro de Estudos em Doenças Crónicas, coordenado por Helena Canhão, o livro – *Saúde.come: Uma vida saudável depois dos 60 anos*  é o resultado de largos meses de estudo e surge na sequência do projeto ‘Saúde.come’, que tem vindo a analisar e diagnosticar as necessidades da população idosa em Portugal desde 2011. Na sessão de lançamento da obra será ainda apresentada a caracterização detalhada dos portugueses com mais de 65 anos – “Envelhecimento Saudável em Portugal – o Desafio” –, quanto ao seu estado de saúde e consumo de recursos de saúde, estilos de vida e hábitos alimentares, qualidade de vida, rendimentos, nível educativo entre outros dados de interesse nacional.

“A população idosa apresenta vários comportamentos que revelam um estilo de vida menos saudável: é tendencialmente a camada da população mais sedentária e revela maus hábitos alimentares, tabágicos e de consumo de álcool”, identifica a coordenadora do estudo, Helena Canhão. “Este novo livro é uma ferramenta essencial para combater esta realidade e ajudar os seniores portugueses a conseguirem, de forma económica e sustentável, um estilo de vida mais saudável”, salienta.

“Viver com Saúde depois dos 60 anos” é um manual prático que apresenta um programa de 12 semanas de um estilo de vida saudável através de dicas de nutrição, cozinha, exercícios simples para fazer em casa, exercícios de memória, estímulo aos sentidos (visão, audição) e informações úteis relativas a 12 temas de especial interesse para esta faixa da população: segurança, polimedicação, prevenção de quedas e fraturas, sexualidade, entre outras. O livro integra contributos de nomes como Jaime Branco (diretor da Nova Medical School), Henrique Luz Rodrigues (ex-presidente Infarmed e coordenador da Estratégia Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde), Júlio Machado Vaz (sexólogo), Pedro Graça Diretor (Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável – Direção-Geral da Saúde), Joaquim Murta (oftalmologista), Teresa Paiva (neurologista e especialista do sono), Major Paulo Poiares (GNR), Justa Nobre (chef), entre outros. O livro foi financiado pelo Mecanismo Financeiro das EEA Grants e é distribuído gratuitamente.

Comments are closed.